13 agosto 2014

Resenha: Meu pé de laranja lima


Oi gente, nesta linda quarta-feira trago para vocês uma indicação de leitura maravilhosa! O Meu pé de laranja lima. Li esse livro recentemente e fiquei encantada com a leitura. Chorei, sorri e me decepcionei. Acho que são sentimentos bastante comuns entre os leitores de ter esses três sentimentos juntos.

A história de O meu pé de laranja lima me emocionou bastante, por ser uma história terna e triste ao mesmo tempo. O livro conta a história de Zezé, de quase 6 anos como ele mesmo diz, que vem de uma família muito pobre, pai desempregado, mãe que se mata de trabalhar e muitos irmãos para alimentar. Zezé é o capeta da família, vive aprontando com todo mundo e assim vive apanhando sempre também, porém é o que tem mais imaginação.

O melhor amigo de Zezé no início do livro é Minguinho, o qual é o pé de laranja lima, que também tem um nome mais carinhoso, Xururuca. Junto com Minguinho e seu irmão mais novo Luís vive as mais altas viagens no mundo da imaginação. Tem também o Portuga, que no início é malvado com o Zezé, mas logo se transforma na melhor pessoa que Zezé pode ter em toda a sua vida.



Um dos momentos mais marcantes para mim é quando Zezé leva duas surras que parte o coração. Uma no perto do final e uma no final. Chorei bastante. E quando é natal, porque todo ano há uma distribuição de presente em frente a venda do seu ..., mas ele e seu irmãozinho Luís se atrasam e não conseguem pegar nenhum presente. A situação deixa Zezé sem palavras para explicar ao irmão a situação. Ao chegar em casa todos na hora da ceia estão quase chorando pelo fato de serem pobres. Zezé diz que vai colocar os sapatinhos dele do lado de fora para que o papai noel traga um presente, mas ele não trás. Zezé diz que é muito ruim ser filho de pai pobre, e o pai dele ouve. Zezé sente a maior culpa da sua vida, então ele passa o resto do dia trabalhando para comprar uma maço de cigarros para dar ao pai de presente para se redimir. Muito duro!

Zezé é um menino bem levado, mas bastante inteligente. Aprendeu a ler do nada e isso é um dos mistérios do livro rsrs. É o aluno mais dedicado da sala e o que tem o melhor coração. Ele sonha em quando crescer se parecer com seu tio Edmundo, ser poeta, falar palavras difíceis e usar gravata de laço.

                                     
O mais emocionante no livro é a forma de como Zezé lida com a sua pobreza e nos mostra a importância da amizade para superar qualquer problema.



Espero que tenham gostado! Prometo melhorar nas resenhas (ainda estou no começo disso).

Beijo, Bru.




2 comentários:

  1. Ainda não li, mas sua resenha de meu mais vontade ainda de ler! Vou adicionar na minha lista de novas aquisições!! Estou seguindo seu blog, se puder siga o meu também!

    Maykon
    prasonharecontar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. É um ótimo livro, e fiquei sabendo que tem continuação viu? Acho que você vai gostar de saber, se chama vamos aquecer o sol! Beeeeijo.

    ResponderExcluir

Meninas Exigentes © Todos os direitos reservados.
Criado por: Daniela da Silva ♥ DS Layouts.
Tecnologia do Blogger.